Secretaria de Estado do Turismo do Piauí - SETUR/PI

De norte a sul, seu destino
é ser feliz no Piauí.

22 de Outubro de 2013, às 11:26

notícia

RELATÓRIO III TURISMO ITINERANTE

OEIRAS e região receberam a terceira edição do Projeto TURISMO ITINERANTE da SETUR

Por Edson Correia
Foto: Setur III Seminário Turismo Itinerante

RELATÓRIO III TURISMO ITINERANTE - OEIRAS e REGIÃO

Relatório:  Realização do Seminário Turismo Itinerante – A SETUR Interiorizando o Turismo

Data: 17  de Outubro  de 2013 (quinta feira)

Horário:  08:30 às 13:20  horas

Local: Cine Teatro de Oeiras

 INTRODUÇÃO

O Turismo é uma atividade econômica que agrega mais de cinqüenta setores produtivos e no momento em que novos gestores municipais formam suas equipes técnicas, a SETUR com o propósito  de alavancar o turismo municipal estabelece políticas capazes de ampliar a articulação com os municípios.

O Seminário  Turismo Itinerante – A SETUR Interiorizando o Turismo foi formatado na difusão das ações públicas de âmbito federal e estadual em apoio aos municípios  turísticos piauienses.

Estão previstos a realização de mais 12 (doze) encontros, a serem trabalhados nos Territórios de Desenvolvimento.

O Público-alvo são prefeitos e vice-prefeitos, secretários e técnicos nas áreas de turismo, cultura, educação, meio ambiente, esporte, lazer e desenvolvimento urbano, além de presidentes das câmaras municipais e vereadores em geral, bem como do segmento empresarial dos setores de hotelaria, gastronomia, eventos, guias e informantes de turismo e entretenimento e agentes da sociedade civil organizada.

02.  DESENVOLVIMENTO

O Seminário possibilitou a reunião de gestores públicos  de diversos municípios, conforme detalhado a seguir:

 2.1 – Municípios representados

 Na realização do Encontro de Oeiras, dia 17,  teve-se a participação de representantes de 06  (seis)  municípios, o que representa 32% do Território do Vale do Rio Canindé, devidamente convidados à participarem, conforme abaixo descriminado:

Cajazeiras do Piauí;
Floresta do Piauí;
Oeiras;
Santa Rosa do Piauí;
Simplício Mendes;
Tanque do Piauí.

Participação de vereadores dos municípios de Oeiras e de Tanque do Piauí (um representante por município), o que contemplou apenas 11% de representação dos municípios do Território, se considerado a representação total dos vereadores do Território, o percentual de representação não chega a 0,11%, portanto, considerado como extremamente baixo.

Secretários Municipais de  Oeiras, Floresta do  Piauí, Santa Rosa do Piauí e Simplício Mendes participaram integralmente  do Seminário.

A Sociedade Civil Organizada esteve representada somente pelo município de Oeiras.

No todo, foram inscritos 116 (cento e dezesseis)  entre autoridades  públicas municipais, empresários dos setores de hotelaria e alimentação, trabalhadores do setor de turismo, professores, universitários, representantes de associações  em geral e  pessoas outras.  

Na  composição do  ato formal de abertura teve-se  falas dos representantes da SETUR/Francisco das Chagas Sousa – Chefe de Gabinete,  representando o Secretário Dep. Nerinho; Secretário de Cultura e Turismo de Oeiras  - Stefano Ferreira, representando o Prefeito de Oeiras – Lukano Sá.   

Coube ao Diretor de Desenvolvimento do Turismo – José Natanel Reis (Tiel Reis) encerrar o Seminário, no que agradeceu a presença de todos e as parcerias da Prefeitura de Oeiras através da Secretaria de Cultura e Turismo e da Prefeitura de Teresina / Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo  na cessão do técnico Professor Eneas Barros, um dos palestrantes do evento.                                                                   

2.2 – Quantitativos inscritos

Ao todo foram inscritos 116 (cem) participantes, detalhadas a seguir:

110 (cento e dez) de Oeiras;
02(dois) de Simplício Mendes;
01 (um) de Cajazeiras do Piauí;
01 (um) de Floresta do Piauí;
01 (um) de Santa Rosa do Piauí,

01 (um) de Tanque do Piauí;

.2.3 – Palestras e Palestrantes

O Seminário constou das seguintes  palestras e respectivos palestrantes:

A SETUR e a importância do Turismo nos Municípios Piauienses                       

palestrante: Francisco das Chagas de Sousa (Chaguinha) –  Chefe de Gabinete da SETUR representando o  Secretário Dep. Nerinho;

O Planejamento como forma de desenvolver o Turismo nos Municípios  palestrante:  Edson Andrade Correia –  Diretor de Planejamento do Turismo  da SETUR;

Qualificação Profissional dos Serviços e a importância da Produção Associada ao Turismo                                                                                      palestrante: Francisco Severiano Castelo Branco de Morais Correia – Gerente de Apoio à Promoção de Investimentos da SETUR;                               

-O Programa de Regionalização  do Turismo e suas interfaces                                   

palestrante: Alberita Nunes Lopes  da Cruz  – Gerente de Planejamento  de Destinos e Produtos Turísticos da SETUR;

Planejamento e Posicionamento do Mercado Turístico        

 palestrante: Eneas do Rego Barros  – Coordenador Especial de Turismo / Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Turismo de Teresina.

Teve-se, ainda, por parte do Secretário de Cultura e Turismo – Stefano Ferreira, apresentação do formato do 8º Festival de Cultura de Oeiras.

 2.4 – Avaliações dos Participantes

Trabalhou-se na disponibilização de um questionário de avaliação, sendo os resultados respondidos por 55 (cinqüenta e cinco)  participantes, o que representa 48% do total de inscritos.

Na avaliação geral as respostas, dos participantes,  contemplaram 70% para o item EXCELENTE e 30% para o item BOM, o que, de certa maneira, demonstrou o cuidado na organização e realização do Seminário. Os itens com maior grau  de aceitação foram:

Instalações físicas;
Equipamentos;
Alcance dos objetivos propostos;
Conteúdo (temas das palestras);
Domínio dos conteúdos das palestras;
Qualidade do  material apresentado e distribuído;

Para 22% dos  inscritos, que avaliaram o Seminário,  consideraram REGULAR a carga horária, tornando-se, portanto, o item com maior índice de não aceitação.

Ainda, em relação aos aspectos avaliados como negativos 11% consideraram REGULAR o Relacionamento e interação dos palestrantes com o público.

As únicas citações negativas avaliadas como FRACO  foi no item AUTO-AVALIAÇÂO (participação e pontualidade) com 7.6% dos questionários entregues.

Aspecto decepcionante foi a não  presença de Prefeitos Municipais.

As fichas de avaliação propiciaram, ainda, na formulação de opiniões (críticas/sugestões) as quais seguem transcritas a seguir:

Devido o tema  ter muito a ver com o que a cidade tem a oferecer, acredito que o desenvolvimento do tema deva exigir uma carga horária muito mais expansiva;

Sugestão de oferta de curso à distância sobre turismo   (abrangendo vários aspectos do turismo) para que abranja um maior número de pessoas;
As palestras foram interessante, mais acredito que  os maiores interessados os que deveriam estar participando deste momento não compareceram ou  não foram convocadas;
Precisamos de qualificação profissional na área de hotelaria (camareira, cozinheira, comportamento;
Que possa fazer em outras cidades para desenvolver os interesses mais abrangentes para as cidades do centro sul do Piauí;
Fazer turismo no Piauí é excelente, o potencial turístico do Piauí é tão legal em qualquer outro lugar do Brasil;
Que haja mais eventos como esse em outras cidades;
Sugiro que esse encontro possa ter muitas outras vezes, muito bom, as palestras foram enriquecedoras para todos;
Excelente oportunidade de interação e descobertas  locais e regional. É necessário outros momentos para que possamos nos sentir partícipes e responsáveis pela divulgação de nossa potencialidade turística;
Seminário como este necessita de um contingente maior de pessoas como: donos de hotéis, restaurantes, empresários outros para discutir questões referentes ao desenvolvimento do turismo no Piauí. Deixou a desejar em relação às  metas para cumprir ou desenvolver o turismo  na cidade de Picos;
Que este evento aconteça mais vezes e que haja motivação para um publico alvo maior participar;
Divulgar o Projeto para o público geral;
Disponibilizar e possibilitar que a SETUR visite os municípios de pequeno porte que tenham atrativos turísticos, para juntos estar fortalecendo os mesmos;
Apesar de alcançar os objetivos, teria sido mais interessante se o seminário tivesse acontecido durante todo o dia. São atividades como essas que nós necessitamos;
Que venham mais palestrantes que possa enriquecer todos nós;
Divulgar mais nos meios eletrônicos para alcançar outras cidades;
A cidade de Santa Cruz dos Milagres tem hoje aproximadamente 5 a 6 mil habitantes. O seu potencial para o turismo religioso é indiscutível, mas, além disso, nesta região, temos a Fazenda Serra Negra que tem  um potencial para o turismo tanto cultural como religioso pelo fato de, nesta Fazenda, que ainda possui um casarão do século XVIII, cultua-se Nossa Senhora da Santana. Temos também a barragem Mesa de Pedra e as festas de Pega do Boi no Mato que podem ser abraçadas  pelo turismo. Diante disso espero um olhar especial em relação a essas potencialidades.

03. CONCLUSÃO E SUGESTÕES/PROPOSIÇÕES

Podemos de um modo geral, considerar o Seminário como importante e relevante, inclusive em se observando que neste formato não se teve até hoje, nenhuma ação verificada no Território Vale do Rio Canindé por parte da extinta PIEMTUR e, até então, pela SETUR.

As observações e sugestões apresentadas pelos participantes acima mencionadas se somam ao do conjunto técnico que participou diretamente do Evento, a seguir elencadas:

Quanto ao formato do Evento

A realização em um único turno foi mais apropriado, foi possível desenvolver todas as palestras e informações outras trabalhadas pela Secretaria de Cultura e Turismo de Oeiras em relação à realização da 8ª  edição do Festival de Cultura de Oeiras.

Quanto aos processos de divulgação

A divulgação e inscrição dos participantes foram trabalhadas no envio de ofício, e-mail e por telefone aos senhores prefeitos e presidentes das Câmaras Municipais, bem como diretamente a empresários dos setores de hotelaria, gastronomia e entretenimento, estudantes universitários, professores e demais interessados. A este aspecto a Secretaria de Cultura e Turismo de Oeiras foi, por demais, importante neste processo.

 Teresina (PI), 21 de outubro de   2013

 

 

 

 

 

 

 

 


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


facebook

twitter.com/seturpi

Governo do Estado do Piaui Secretaria de Estado do Turismo do Piauí

Av. Antonino Freire, 1473, 2º andar
CEP 64001-040 TERESINA-PI

desenvolvimento: msweb soluções